>>>> Leia a fotografia, leia o texto <<<<

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Bastava


Perdi as contas
De quantas vezes vi
O seu rosto
Em uma parede branca
Qualquer

Acabou virando rotina
Querer te ver do avesso
Transbordando sonhos e desejos

Eu juro
A princípio bastava te conhecer
Ouvir sua voz e suas gargalhadas
Mais intensas

Mas eu andei na borda
Do abismo
E pulei

Pulei com o peito oco
E descobri que o
Vazio é inflamável